Copo de vinho em silicone, para degustar sem partir

Copo de vinho em silicone: qual é a justificação?

Quem nunca viveu esse drama: uma degustação de vinho que começa bem, deixamo-nos encantar com a cor, fazemos rodar o vinho no copo, descobrimos aromas de café, grelhado, alcaçuz... deixamo-nos levar pela magia dos aromas. E no momento de levar a dita bebida à boca... tragédia! O copo cai, parte-se e espalha pelo chão aquele vinho tão prometedor. O problema essencial do copo de vinho é o facto de ser em vidro e, portanto, muito frágil. Como remediar esse problema?

 

Copo de vinho em silicone: a alternativa ideal

Houve quem tivesse a ideia de inventar um copo de vinho num material menos sólido que não se partisse. Criaram então o copo de vinho em silicone. A vantagem do silicone é que se trata de um material suave com memória de forma. Uma vez criado, o copo assume a sua forma final, mas isso não o impede de poder torcer-se à vontade e em todos os sentidos, em função da manipulação a que o submetermos. Quaisquer que sejam as torções exercidas na superfície do copo de vidro em silicone, quando a pressão é retirada, ele recupera a sua forma.

 

Quando utilizar um copo de vinho em silicone?

O copo de vinho em silicone foi primeiramente inventado para ser facilmente transportável. Antes da questão da quebra infeliz, foi o transporte que motivou inicialmente os seus criadores. Como transportar copos de forma segura para degustar um vinho durante um piquenique na praia ou na relva? Como levá-los na mochila sem os partir? Foi inicialmente para responder à necessidade de poder apreciar um vinho em qualquer circunstância e em qualquer lugar que os copos de vinho em silicone foram inventados.

 

Copo de vinho em silicone: a favor ou contra?

Os copos de vinho em silicone têm a vantagem de serem facilmente transportáveis, mas mantém-se a questão de não serem em vidro. O seu ponto forte é também a sua principal fraqueza. Como aceitar verter um vinho de qualidade num copo com aspeto de plástico cuja transparência imperfeita não permite apreciar a cor e com rebordos em silicone que não facilitam o primeiro contacto gustativo? Este tipo de copo adapta-se a uma degustação convivial entre amigos em torno de um rosé agradável ou de um branco vivo e refrescante. Para os grandes vinhos, o vidro é incontornável quando pretendemos realmente valorizá-los. Apesar de reconhecermos facilmente a sua vertente prática, apenas podemos recomendar que se mantenham fiéis aos verdadeiros copos de vidro sempre que isso seja possível. E você, qual é a sua opinião? Estaria disposto a beber vinho num copo em silicone?

 

 

Photo : http://www.uncommongoods.com/product/silicone-wine-glasses-set-of-2

bio-image
Nota